Carlos Dobreira

É professor e activista ambiental. A energia de Carlos Dobreira é contagiante e, por isso mesmo, inspira muitos outros a participarem nas suas aventuras de plogging.

Desde 2019, já recolheu 60 255 beatas de cigarro (destinadas a transformação em estrutura construtiva) e 6 970 litros de resíduos, num tempo contabilizado de 273 horas e 02 minutos, em sessões de plogging realizadas nos concelhos de Amares, Braga, Esposende, Ílhavo, Seia e Terras de Bouro.

É também nas redes sociais que se faz ouvir e no Facebook administra 25 grupos e 4 páginas – todas dedicadas a causas de sustentabilidade.

Defende a introdução do plogging no sistema de ensino europeu e a leccionação de aulas na Natureza no sistema educativo português para estudo e interpretação da biodiversidade, da acidificação dos oceanos e da economia circular.

Por tudo o que Faz Pelo Planeta, o Carlos foi distinguido com uma Menção Honrosa na 1.ª edição do Movimento Faz Pelo Planeta by Electrão.